Portugueses no Zimbabwe - Comunidade Portuguesa no Zimbabwe - Portugueses pelo Mundo

Um tópico para os Portugueses a viver no Zimbabué, pelos números são menos de 2000 mas o nosso fórum e para todos, sejam muitos ou poucos estamos aqui para melhor ser vir a comunidade Portuguesa no Zimbabué. Gostaríamos que este topico pudesse servir a comunidade Portuguesa a viver no Zimbabwe, seja para apresentações, informação acerca de pontos de encontro, convívio, eventos culturais etc.

Queremos também que partilhe informação, conselhos e dicas para quem pretende viver no Zimbabwe, seja em trabalho ou como expat permanentemente.

No momento em que criamos este tópico há noticias de uma situação política em curso, seria também chamar a atenção que fóruns como o nosso podem servir como ponto de referencia para que exista comunicação entre todos os membros. Esperamos que a situação no Zimbabwe se resolva pelo melhor caminho para todos.

Comentários

  • Vamos refrescar um pouco este tópico, já passou algum tempo desde a ultima actualização, vamos então apelar aos portugueses a viver no Zimbabué a dar notícias da comunidade portuguesa no Zimbabué.

  • sim, a situação no Zimbabué pareçe estar estável de momento, espero que pelo menos alguns portugueses a viver no Zimbabwe se juntem á nossa comunidade.

  • OK vamos considera o assunto passado.

  • Talvez seja um tema bom para mater sob observação, continuam a haver razões de preocupação no Zimbabué:

    Milhões enfrentam dificuldades quando o Zimbábue chega perto do "colapso"
    O aumento da inflação atingiu os que já sofrem com a escassez de alimentos, combustíveis e medicamentos(Dom 21 jul 2019)Os preços dos combustíveis no Zimbábue aumentaram pela quarta vez em seis meses.Os preços dos combustíveis no Zimbábue aumentaram pela quarta vez em seis meses.
    Milhões de pessoas no Zimbábue enfrentam dificuldades, fome e caos à medida que a economia se aproxima do “colapso” e a seca piora.Mais de 18 meses após o golpe militar que tirou Robert Mugabe do poder, o novo governo está lutando para superar o legado dos 30 anos de regime repressivo do ditador e as conseqüências de seu próprio fracasso em empreender uma reforma política significativa.
    Dados oficiais publicados na segunda-feira mostraram que a inflação anual quase dobrou para 175% em junho, aumentando a pressão sobre uma população que já sofre com a escassez de alimentos básicos, combustíveis e remédios.
    O aumento dos preços lembrou muitos dos colapsos econômicos causados ​​pelas políticas de Mugabe há uma década, quando a hiperinflação esvaziou as prateleiras de alimentos básicos e levou o país do sul da África a abandonar sua moeda.
    Cleopas Murambwi, 34 anos, trabalhava na capital, Harare, disse que a crise econômica o transformou em um "pobre".“Apenas um ano atrás, meu salário poderia sustentar minha família. Agora, apenas vivemos cada dia como se trata ... É como se estivéssemos voltando para 2008. Os sinais são claros e não parecem bons ", disse Murambwi.Elizabeth Makazhu, que vende legumes em uma barraca e ganha menos de US $ 8 por dia, disse que muitas vezes não tem dinheiro suficiente para comer.
    “Viver na cidade agora é caro. Espero conseguir algo para levar para meus filhos. Eu não quero que eles sofram ", disse Makazhu.
    Uma seca severa causou ainda mais dificuldades e cortes de energia rolantes à medida que os níveis de água nas barragens baixaram.
    O ministro da Energia, Fortune Chasi, disse na segunda-feira que a situação da eletricidade era "um problema muito, muito grande".
    O governo aumentou repetidamente o preço do combustível enquanto tenta acabar com os subsídios e espera-se que aumente os preços da eletricidade nas próximas semanas. (https://www.theguardian.com/world/2019/jul/21/millions-face-hardship-as-zimbabwe-comes-close-to-meltdown)
  • A situação parece ter acalmado(resolvida ou não), seria no entanto bom ouvir as notícias directamente dos portugueses a viver no Zimbabué
Entre ou Registre-se para fazer um comentário.