O que é Wrapped Bitcoin(WBTC), Bitcoin embrulhada em Ethereum?

Como solução para as altas taxas de transação da BTC, será mais do que um “life-hack” embrulhar a BTC em ETH?

Com o aumento das taxas de transação, tornou-se extremamente difícil usar o bitcoin como nossos ativos digitais ou transações pequenas(experimentem dar uma gorjeta de 1 Euro em BTC, ou comprar um Euro de BTC na Coinbase) , mesmo sendo considerado o rei de toda a moeda digital. Esse problema pode ser alegadamente resolvido pelo chamado Wrapped Bitcoin (WBTC), tornando o BTC mais prático .

Graças à blockchain Ethereum, que torna isso possível. WBTC Sob o Ethereum blockchain atua como uma ponte de conexão entre o ecossistema Bitcoin e DeFi. Essa é a maravilha do mecanismo blockchain em criptomoeda. Agora vamos entender o mecanismo por trás do WBTC.

Mas afinal o que é o Wrapped Bitcoin (WBTC)

Em inglês simples, como o nome sugere, é o empacotamento do Bitcoin com o Ethereum blockchain para torná-lo utilizável no ambiente DeFi.

O Bitcoin embrulhado é uma forma tokenizada de Bitcoin, onde o Bitcoin é convertido em um ativo ERC 20 em um Ethereum Blockchain. Assim como em moedas estáveis, onde o DAI é apoiado por USD, o WBTC também é apoiado por Bitcoin (BTC).

A característica mais importante do WBTC é que nos permitiu acessar o Ethereum Blockchain com o BTC, agindo como uma ponte entre eles. Também permite que os usuários do BTC negociem o BTC de maneira completamente descentralizada e confiável, interagindo com o ecossistema DeFi. O WBTC é governado pela Multisig, onde é necessária a assinatura de todos os membros para iniciar a cadeia.

Existem quatro participantes envolvidos no WTBC: eles são os "custodians" que detêm o ativo, como Bitgo, Merchant e empresário, responsáveis ​​pelo KYC e identificação de usuários como kyber e Ren, usuários que gostam de resgatar e cunhar o WBTC e o DAO, que são os "custodian" e comerciante.

O mecanismo por trás do WBTC

Para converter BTC em WBTC, os usuários precisam solicitar primeiro o comerciante do WBTC enviando algum BTC e completando o KYC e a AML.

A melhor maneira de enviar o BTC, nesse caso, é através de troca atômica, pois exige a alteração da alteração de ativos diferentes de diferentes blockchain. Eles enviarão o token para o "custodian" (bitgo) que iniciará o mint e criará o WBTC e posteriormente enviará para o endereço ETH. O titular do WBTC enviará o token ao comerciante por troca atômica ou diretamente.

O "custodian", como o Bitgo, fará uma transação no contrato finalizado e aguardará a confirmação da ETH. Por fim, ele será enviado de volta ao comerciante e concluirá uma transação ETH separada, confirmando a transação de gravação.

WBTC como uma ponte entre Bitcoin e DeFi Ecosytem

O WBTC converte o BTC no formato ERC 20 sob o mecanismo acima. Isso ajuda na criação de um contrato inteligente para o Bitcoin. Por isso, torna o BTC usado como um meio de troca, permitindo participar do ecossistema DeFi.

Portanto, a principal vantagem do WBTC é, em vez de converter o BTC em outro token ERC, agora ele pode criar o WBTC e se juntar à família DeFi. Isso também significa que agora podemos negociar o BTC de uma maneira completamente descentralizada através da plataforma DeFi, como a rede Kyber e a Uniswap sem depender da troca ecológica centralizada. Além disso, o WBTC também pode ser usado para ganhar juros no protocolo DeFi, como o Composto.

Uma vantagem para o ecossistema DeFi e ETH.

Sabendo sua vantagem e área útil, o mercado está começando a se interessar pelo WBTC. Como o WBTC pode trazer maior liquidez ao ecossistema ETH e DeFi, e também à troca descentralizada (DEX), a governança do Maker (MKR) aprovou o WBTC como garantia. ativo no protocolo Maker.

Tornando possível desbloquear o DAI usando o BTC. Isso faz do WBTC a segunda garantia mais valiosa do ecossistema DAI, pois pode reduzir a dependência do Ethereum.

O WBTC também é um dos protocolos de crescimento mais rápido na rede kyber. Recentemente, em maio de 2020, o cointelegraph havia relatado a cunhagem de 1000 WBTC na rede ETH, elevando o total de BTC bloqueado no token WBTC para 2300. Portanto, o sistema por trás deste projeto consiste em cunhar o WBTC toda vez que o BTC é recebido e queimar o WBTC toda vez que o BTC é resgatado .

Apesar de existir uma preocupação com a centralização no ecossistema ETH, pois envolveu como um "custodian" centralizado como o Bitgo. O WBTC é muito mais amigável, porque apenas uma carteira ERC20 é tudo o que precisamos para armazenar o WBTC. Todo esse projeto também dá espaço para quem detém o BTC e se une à Revolução DeFi.

Para quem não sabe o significado de todo esse palavriado das criptomoedas, um “custodian“ é uma espécie de tesoureiro.

Tags:
Entre ou Registre-se para fazer um comentário.