Via Láctea - Olavo Bilac

Conhecido pela criação da letra do Hino à Bandeira, o carioca Olavo Bilac também é considerado um dos principais poetas nacionais do parnasianismo, representado pelo poema “Via Láctea” que, embora não seja um dos seus mais populares é, sem sombra de dúvidas, um dos mais belos!

Via Láctea
Ora (direis) ouvir estrelas! Certo
Perdeste o senso!” E eu vos direi, no entanto,
Que, para ouvi-las, muita vez desperto
E abro as janelas, pálido de espanto…

E conversamos toda a noite, enquanto
A Via Láctea, como um pálio aberto,
Cintila. E, ao vir do sol, saudoso e em pranto,
Inda as procuro pelo céu deserto.

Direis agora: “Tresloucado amigo!
Que conversas com elas? Que sentido
Tem o que dizem, quando estão contigo?”

E eu vos direi: “Amai para entendê-las!
Pois só quem ama pode ter ouvido
Capaz de ouvir e de entender estrelas.

Comentários

  • editado August 3

    Tenho muitas memórias com esse poema!

  • Muito lindo, grande poeta brasileiro. Existem excelentes poetas na Língua Portuguesa.

Entre ou Registre-se para fazer um comentário.