Portugueses na Áustria - Comunidade Portuguesa na Áustria - Portugueses pelo Mundo

editado November 2017 em Áustria

Abrimos este tópico para a Comunidade Portuguesa na Áustria , e gostaríamos de convidar todos os Portugueses a viver na Áustria(assim como Luso descendentes) a juntarem-se ao nosso fórum, a inscrição e gratuita e vai sempre ficar gratuita para os primeiros membros. Gostaríamos de ouvir mais acerca da comunidade Portuguesa na Áustria acerca das suas experiências e opiniões em tudo desde eventos culturais da comunidade a coisas do dia-a-dia como viver e trabalhar na Áustria como emigrante Português a residência e habitação.

Viver no estrangeiro exige sempre alguma adaptação, o nosso fórum procura ajudar através de colocar pessoas em contacto para esclarecer duvidas e dar sugestões, existe muita informação na Internet, mas a melhor informação vem sempre de quem já esta a viver no pais em questão.

Vamos esforçar-nos por manter o fórum e tópicos individuais bem atualizados. Entretanto convidamos os Portugueses a viver na Áustria a juntarem-se a nós.

Comentários

  • Vamos promover esta conversa, estamos certos que haverá portugueses a viver na Áustria. Agradecemos a participação de todos. Vamos fazer do nosso "expat forum" uma coisa bem lusófona.

  • aqui esperamos para saber mais acerca da Comunidade Portuguesa na Áustria, ainda não tivemos muita interacção mas vamos dar tempo ao tempo, haverá certamente algum eventual interesse dos portugueses a viver na Áustria.

  • Há muitos portugueses a viver na Áustria?

  • Portugueses a na Austria façam-se ouvir! São bem vindos ao nosso fórum!

  • A localização central da Áustria na Europa pode explicar por que 92% dos expatriados lá apreciam as muitas oportunidades de viajar. A excelente infraestrutura de transporte na Áustria é classificada favoravelmente por 94% dos entrevistados. Segurança pessoal, tranquilidade e estabilidade política também contribuem positivamente para o Índice de Qualidade de Vida, com classificações favoráveis ​​de 93%, 95% e 83%, respectivamente. No entanto, tendo dito tudo isso, a Áustria ocupa o 31º lugar pouco inspirador na subcategoria Felicidade pessoal. No que diz respeito aos cuidados de saúde, a Áustria está entre os principais rankings. Mais de quatro quintos dos expatriados (82%) estão satisfeitos com a qualidade dos cuidados médicos, enquanto 79% pensam que os serviços de saúde são acessíveis. A qualidade do ambiente também é classificada positivamente, de acordo com 96% dos entrevistados: talvez o ar fresco da montanha tenha contribuído para esse resultado? Essas montanhas também servem como destinos para atividades de lazer, como esportes de inverno ou caminhadas, com 85% dos expatriados satisfeitos com as opções de lazer disponíveis. A Áustria sobe um ranking para o segundo lugar entre 67 países no Índice de Qualidade de Vida, ficando atrás apenas de Taiwan. Esse ranking elevado é influenciado principalmente pela subcategoria Saúde e Bem-Estar, na qual ocupa o primeiro lugar no mundo. Ele também tem um desempenho excepcional na subcategoria Viagem e transporte, conquistando o terceiro lugar. Uma das razões pelas quais os rankings de felicidade pessoal são tão medíocres, apesar de muitas outras classificações positivas, pode ser a dificuldade de se estabelecer. A Áustria chega a um 54º lugar fraco, em 67, no Índice de Facilidade de Liquidação. A percepção de falta de simpatia dos habitantes locais, a dificuldade em encontrar amigos e a dificuldade de aprender o idioma local são os principais fatores que levam a Áustria tão longe nesta categoria. "Os habitantes locais podem ser um pouco rejeitados pelos estrangeiros, especialmente se você não fala alemão." Cerca de metade dos expatriados na Áustria (51%) acredita que o idioma alemão é difícil de aprender, em comparação com 45% dos entrevistados em todo o mundo que pensam da mesma forma sobre o idioma local do país em que vivem. Além disso, quatro em cada dos nove expatriados dizem que não é fácil fazer amigos locais, o que poderia estar relacionado ao nível de simpatia dos moradores em relação aos estrangeiros, já que mais de um quarto dos entrevistados (26%) não está satisfeito com a atitude local em relação aos expatriados. Por outro lado, 61% afirmam que se sentem em casa na cultura local, enquanto 58% não têm problemas em morar na Áustria sem habilidades suficientes no idioma alemão. A Áustria ocupa a sétima posição no Índice de Trabalho no Exterior. De fato, muitos expatriados parecem procurar trabalho de maneira proativa na Áustria antes de se mudar para lá: “Encontrei um emprego aqui por conta própria” foi a principal razão pela qual 14% dos expatriados se mudaram para lá, com 42% de todos os entrevistados agora trabalhando como empregado ou Gerente. Oito em cada dez expatriados estão satisfeitos com o estado da economia, e a Áustria também reivindica a sétima posição na subcategoria Segurança no Trabalho, pois cerca de dois terços (67%) dizem que se sentem seguros em seu emprego atual. Também está entre os dez primeiros na subcategoria Equilíbrio entre vida profissional e vida pessoal, ocupando o oitavo lugar. Esses números podem explicar por que quase um terço dos expatriados (32%) deseja ficar na Áustria por toda a vida. A duração da semana de trabalho é vista positivamente por 73% dos expatriados na Áustria, e mais de um quarto (26%) está muito satisfeito com isso. A semana média de trabalho austríaca (39,7 horas), bem como a semana média de trabalho para funcionários em tempo integral (43 horas), são mais curtas que a média global (41,4 e 44,6, respectivamente). Do ponto de vista financeiro, a Áustria parece estar na média, pois ocupa a 30ª posição entre 67 países no Índice de Finanças Pessoais e a 32ª no Índice de Custo de Vida. Cerca de um em cada cinco expatriados (21%) considera sua renda disponível insuficiente para cobrir as despesas diárias, mas 73% geralmente estão satisfeitos com sua situação financeira como um todo. Os impostos locais, no entanto, parecem ter sido considerados a maior desvantagem potencial antes de se mudar para lá, com mais de um quarto (26%) respondendo negativamente ao cliente em potencial.
  • Já visitei a Austria, é um país muito bonito.
  • Já visitei a Austria, é um país muito bonito.
    Se quiser visitar outra vez eu dou-lhe uma boleia!
Entre ou Registre-se para fazer um comentário.